mundo abstrato
mundo sem regras
sem ganância, sem ego
sem vaidade

prefiro esse mundo
sem pé nem cabeça
sem forma pré definida
ou pré moldada

prefiro um mundo inventado
com predominância do acaso
em qualquer instância
não existe certo ou errado

tintas
várias formas
mutantes, cambiantes
mudam meu semblante

identidade existente
é serem o que elas são

tintas se derramam
sem receio pelas superfícies
no mundo das tintas
e nunca são imagem por ser imagem

caladas gritam
acrescentam, brilham

formam formas
ocupam uma espécie de nova identidade
a superfície que abriga
ah briga!

in the same time
ela não respeita
chega já logo deita
se ajeita em superfície qualquer

ela é o que ela quer
seja o que quer
se Deus quiser
e não o que outrem quiser

tinta seja tinta;
ela nunca machucará você.